Ressignificar

Nosso cérebro é um equipamento extremamente sofisticado. Semelhante a um computador, ele trabalha com diversos programas que instalamos ao longo de nossa existência.

São exatamente esses programas que geram comportamentos, pensamentos, sentimentos e que também podem ampliar a nossa capacidade ou nos limitar. Eles são instalados mediante nossas crenças e isso determina muitos de nossos atos.

Assim como instalamos comportamentos, também é possível desinstalar aqueles que não são mais úteis ao indivíduo. Esse processo chama-se Ressignificação.

Por exemplo: uma criança aprende que só obtém benefícios quando chora, ganha coisas, recebe atenção e sacia seus desejos. O programa que ela instalou diz que chorar funciona muito bem para ganhar as coisas que deseja; entretanto, ao se tornar adulta, o mesmo programa se torna inadequado ao contexto atual.

É muito fácil perceber alguns adultos que se comportam dessa forma inadequada. Muitos tornam-se birrentos ou mimados quando querem algo, apresentam baixa tolerância à frustração e acabam caindo no ridículo.

Isso ocorre porque estão ainda usando um programa que foi muito eficaz na infância, mas que não serve mais na fase adulta.

A Ressignificação é uma técnica de Programação Neurolinguística (PNL) que ajuda a conduzir o cérebro por meio da instalação de programas extremamente eficazes, que podem alterar de comportamentos a sentimentos indesejados em poucos minutos.

Stephen Covey foi um escritor americano, autor de vários best sellers e propôs o chamado “Princípio 90/10”.

Segundo esse estudo, 10% da vida estão relacionados ao que se passa com a pessoa, os outros 90% da vida estão relacionados com a forma como a pessoa reage aos acontecimentos.

O que isto quer dizer? Que realmente não temos controle sobre 10% do que nos sucede. Não podemos evitar que o carro enguice, que o avião atrase, que o semáforo fique no vermelho, mas podemos determinar os outros 90%.

Na técnica da Ressignificação, a pessoa consegue visualizar a situação de um outro ângulo e dessa forma, pode atribuir um novo significado ao mesmo fato.

Seguindo essa ideia, percebemos que não são as situações ou os ambientes que nos transformam; nós é que transformamos o mundo à nossa volta.

#SejaVenki

2018-08-23T12:23:38+00:00